De acordo com pesquisas sobre o trabalho remoto, cerca de 38% dos funcionários empregados hoje vão estar trabalhando de casa nos próximos anos.

Há alguns anos atrás não se falava tanto em trabalho remoto como se fala hoje em dia. Isso tem a ver com a mudança de pensamento e com o avanço da tecnologia. Afinal, é por meio da tecnologia que é possível que um funcionário possa morar na Malásia e trabalhar para uma empresa nos EUA.

O trabalho remoto está muito associado a uma qualidade de vida melhor, em que os funcionários se sentem mais livres e com mais tempo para praticar outras atividades, como esportes ou aprender a tocar algum instrumento. Mas aqui entramos em uma questão: o trabalho remoto é possível em todas as funções?

O trabalho remoto e suas principais áreas

Como é de se esperar, a resposta para essa pergunta é não. Isso acontece porque funções de atendimento ao cliente, por exemplo, necessitam que o profissional esteja na empresa em horário comercial para atender os clientes. Segundo Ivan Kreimer, para o The Next Web, a área que mais possui oportunidades para esse tipo de trabalho é a da tecnologia. Isso se faz verdadeiro, uma vez que programadores não precisam estar em empresas físicas para realizar suas funções. Redatores ou publicitários que trabalham com web também não precisam estar em um trabalho full time numa empresa.

Ainda segundo Kreimer, a indústria da tecnologia corresponde a 12% da força de trabalho na América e 2% na Europa. Sendo assim, como fica o resto da população que trabalha em outras áreas?

Bom, precisamos pensar que há algumas gerações de pessoas em ativa no mercado de trabalho e nem todas elas gostam da ideia de trabalhar remotamente. Isso acontece, pois a geração x, que ainda está ativa no mercado, possui características mais conservadoras e preferem, na maioria das vezes, um trabalho no ambiente físico da empresa. Assim, nem todas as pessoas preferem um trabalho home office.

Além disso, muitos donos de empresas são da geração x, e preferem que seus funcionários estejam na empresa. Mas os novos donos, que já fazem parte da geração y, são mais flexíveis e entendem que o trabalho remoto é importante para a produtividade e bem estar de seus funcionários.

Partindo dessas duas premissas, podemos perceber que o mercado de trabalho ainda está se moldando a esse novo estilo de trabalho. Ainda é preciso que alguns empresários se tornem mais flexíveis e que as empresas se ajustem de maneira mais organizada e melhor para o trabalho remoto. Porém, ainda vão ter funções que necessitarão do profissional na empresa.

trabalho remotoLeia mais: Saiba como ter uma rotina noturna para melhorar o seu sono e garantir um dia produtivo

O trabalho remoto deve aumentar na próxima década

De acordo com uma pesquisa feita pelo Up work, em relação à força de trabalho nos próximos anos, a expectativa é que o trabalho remoto aumente.  A pesquisa realizada com empresários nos EUA, aponta que 63% das empresas hoje possuem funcionários trabalhando remotamente. O grande problema é que a maioria não possui políticas sobre o trabalho remoto.

Os gerente de RH estipulam que nos próximos 10 anos 38% dos funcionários estejam trabalhando de forma remota. Este é um número relativamente alto e aos poucos as empresas vão se adaptando à situação.

Para auxiliar no gerenciamento da equipe remota, há alguns softwares que podem ser muito úteis, como Slack, Skype, Trello, Asana, Google Drive, entre outros. A questão é o líder da equipe saber fazer uma boa gestão e os funcionários estarem comprometidos.

Ainda em relação à pesquisa, os dados indicam que a maioria (59%) dos gerentes de RH concordam que as habilidades ficaram mais especializadas em relação a três anos atrás. E isso só tende a aumentar, visto que 61% concordam que elas se tornarão ainda mais específicas nos próximos 10 anos.

Um dado interessante é que 52% dos gerentes de RH citaram que a falta de profissionais habilitados ao cargo levou a contratações mais flexíveis. Além disso, 59% dos departamentos de RH, atualmente, estão usando as formas de trabalho mais flexíveis, isso significa um aumento de 24% em relação a 2017.

Isso nos leva a pensar que no futuro o trabalho com horários mais flexíveis e formatos mais flexíveis acabe sendo bem maior do que é hoje em dia. Logo, a forma de trabalho tradicional que temos vai diminuir significativamente.

trabalho remotoLeia mais: 3 Coisas que você precisa saber antes de se lançar como freelancer full time

Vantagens do trabalho remoto

O trabalho feito de forma remota está aumentando, pois a nova geração sabe que ele possui benefícios para melhorar a qualidade de vida. Entre esses benefícios temos:

  • Diminuição da poluição – com menos carros circulando nas ruas, menor vai ser a poluição da atmosfera.
  • Funcionários mais felizes – o trabalho remoto proporciona mais alegria aos funcionários, uma vez que eles têm a flexibilidade do horário e não precisam enfrentar o estresse de todo dia pegar trânsito para ir para o trabalho e chegar na hora exata.
  • Mais tempo para hobbies – quando não se gasta tempo com trânsito, mais horas do dia sobram. Além disso, às vezes, o funcionário pode render mais em casa do que se estivesse na empresa e isso resulta em mais horas de folga. Sendo assim, ele pode investir essas horas extras em lazer, prática de exercício físico, estudo. Ou seja, atividades que também proporcionam felicidade.

Sendo assim, a dica que fica é começar a se especializar em funções que possam ser feitas totalmente pela internet para quem quer entrar no mercado de trabalho remoto. E para quem já está nesse mercado de trabalho, procure se especializar cada vez mais.

Você já trabalha remotamente? Então nos conte como foi seu início nesse mercado.