Você já precisou dormir mais tarde para terminar algum trabalho ou até virou a noite para dar conta de todas as tarefas? É comum que isso tenha acontecido na vida de alguém pelo menos uma vez, mas quando se torna frequente pode trazer consequência ruins. A privação do sono faz com que seu corpo não funcione da maneira correta.

Os médicos recomendam que cada pessoa precisa de 7 a 8 horas por noite. Se começamos a dormir menos que isso, é possível que sintomas como mau humor, irritabilidade e cansaço apareçam. Porém não é só isso que acontece.

Sintomas de embriaguez causados pela privação do sono

De acordo com um estudo, a privação moderada do sono causa consequências equivalentes a quando uma pessoa consome bebida alcoólica. Após 17 a 19 horas sem dormir, o nível de concentração é equivalente ou pior a quem está com 0,05% de concentração alcoólica no sangue. E, após períodos mais longos sem dormir, o desempenho alcançou níveis equivalentes aos causado por 0,1% de concentração alcoólica.

A Lei Seca, que foi alterada em 19 de junho, passou a ter tolerância zero (0) para o nível de álcool no sangue. Sendo assim, após um dia sem dormir, no mínimo, 7 ou 8 horas você já seria incapaz de dirigir.

A maioria das pessoas está ciente de que beber e dirigir pode trazer consequências sérias, em termos de acidente de trânsito. Porém, não se tem essa mesma ideia para quando não se tem uma boa noite de sono.

De acordo com a National Sleep Fundation, nos EUA, em média, 100.000 acidentes por ano são causados por motoristas cansados e com sono. Em cerca de 55% desses acidentes o motorista possui menos de 25 anos.

No Brasil, esses números não são tão diferentes. De acordo com o Observatório Nacional de Segurança Viária, a sonolência e o cansaço são responsáveis por 50% dos acidentes que acontecem nas rodovias.

privação do sonoLeia mais: Saiba como ter uma rotina noturna para melhorar seu sono e garantir um dia produtivo

Consequências da privação do sono

Como se pode ver, ficar sem dormir pode ser grave, já que coloca em risco a sua vida. Porém, há outros problemas de saúde que podem surgir:

Estresse e emoções negativas

O estresse é uma consequência muito comum da falta de sono. Ele está ligado às ações que o cérebro toma depois de alguém passar muito tempo acordado.

Segundo um estudo, os neurônios responsáveis pelas emoções respondem menos quando uma pessoa está cansada. Dessa forma, quando alguém passou uma noite sem dormir, a conexão desses neurônios com o córtex pré-frontal é interrompida. Isso acaba causando emoções negativas com mais frequência, por conta de que o córtex pré-frontal é responsável por freá-las.

Incapacidade de tomar decisões com clareza

Toda pessoa que já passou pela situação de não dormir durante a noite ou dormir pouco sentiu dificuldade em discernir situações e emoções e tomar decisões. Isso é causado porque o processo cognitivo é prejudicado pela falta de sono.

Depressão

Depois de um longo tempo dormindo pouco ou tendo distúrbios do sono, os sintomas da depressão podem ser agravados. As pessoas com depressão ou ansiedade são mais propensas a ter insônia e a dormir pouco.

O problema é que a depressão e a insônia são alimentos um do outro. Assim, a pessoa fica num ciclo prejudicial e que parece não ter fim.

Prejudica a memória e o aprendizado

Aquela dica de que você consolida o que aprendeu depois de uma boa noite de sono é verdadeira. Enquanto nosso corpo dorme e descansa, o hipocampo, localizado no cérebro, codifica as memórias e as armazena. Sendo assim, ao dormir pouco, o hipocampo tem pouco tempo para fazer seu trabalho de forma eficaz. dessa forma, as memórias podem ser guardadas de maneira incompleta, além de diminuir o número de memórias que são armazenadas.

Risco de doenças crônicas

Doenças crônicas como diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares e AVC podem surgir depois de longos períodos sem dormir o suficiente. Isso porque, a falta de sono faz com que nosso organismo comece a funcionar de maneira diferente para se adaptar à nova rotina.

Prejudica a saúde da pele

Além de todos os efeitos citados acima, a pele também sofre. Quando se dorme pouco, o corpo libera mais cortisol. Em grandes quantidades ele diminui a elasticidade da pele e deixando-a sem. Sem contar as olheiras que aparecem ou aumentam de tamanho.

tempoDefina uma rotina de sono

Por conta de todos os efeitos que a falta de sono pode causar, é importante dormir a quantidade necessária de horas, que varia de 7 a 8 horas por noite. Isso se torna mais difícil para pessoas que trabalham de casa, mas para solucionar esse problema estabeleça horários.

Defina um horário para acordar, iniciar o trabalho, se alimentar, finalizar o trabalho, descansar e dormir. Para facilitar faça uma planilha ou desenhe um relógio numa folha e vá selecionando a quantidade de tempo que será dedicada a cada tarefa.

Na hora de colocar em prática poderá ser tentador passar mais uns minutinhos dormindo ou trabalhando, mas não se sabote.

A partir do momento que se começa a descansar a quantidade certa de horas, seu corpo e sua mente ficam mais ativos e mais dispostos a realizar as tarefas do dia a dia.

Conte-nos o que mais você tem dificuldade para colocar em prática no dia a dia de freelancer.