O público LGBTI+ tem agora a chance de contar com funcionalidades especiais em alguns dos principais aplicativos, como Tinder, Yelp e BlaBlaCar.

E o mais legal é que as iniciativas dessas plataformas digitais vieram junto com o mês do orgulho LGBTI+, que acontece agora em junho. O intuito foi justamente manifestar a tolerância e também a importância da diversidade de gênero em todo o mundo.

Ficou interessado em saber mais? Nesse artigo vamos contar tudo para você. Confira!

Aplicativos oferecem funcionalidades em prol da inclusão do público LGBTI+

É no mês de junho que acontecem diversos protestos e eventos em prol da inclusão e da diversidade sexual e de gênero.

E os principais aplicativos não ficaram de fora dessa luta.

Yelp, BlaBlaCar e Tinder inovaram nas suas funcionalidades para atender esse público de maneira diferenciada e bastante inteligente.

A ideia é ter mais uma forma de combate à violência e ao preconceito, que tem ganhado cada vez mais força por conta da homofobia e da transfobia, ainda muito presentes no mundo todo.

É aí que entra toda a inteligência da tecnologia, que oferece aos aplicativos a chance de se tornarem fortes aliados nessa verdadeira luta social!

Mas como as plataformas podem promover a tolerância?

A resposta é: graças ao compartilhamento!

Elas basicamente permitem que pessoas de diferentes grupos possam se conectar e compartilhar experiências, o que é muito interessante para grande parte do público.

Para você ter uma ideia, uma pesquisa realizada pela BlaBlaCar, especializada em caronas, mostrou que 87% dos usuários acham positiva a diversidade entre quem compartilha uma viagem.

Outro dado interessante, é que cerca de 70% deles se sentem mais abertos a diferenças de opiniões e também culturais ao utilizar a plataforma.

Mas aqui não entra só a questão da socialização.

Diversos aplicativos estão criando iniciativas inteligentes com o intuito de promover essa tolerância.

A maioria são funcionalidades específicas oferecidas pelos próprios apps e que acabam de alguma forma contribuindo para a inclusão.

Quer saber quais são essas soluções? Então confira no próximo tópico!

Quais são as soluções que os aplicativos criaram para promover a inclusão do público LGBTI+?

Você vai conhecer agora as funcionalidades que os aplicativos lançaram para a inclusão do público LGBTI+.

Confira na relação a seguir!

Tinder

No Tinder, quando um usuário pretende fazer o cadastro, é preciso que crie um perfil na rede social com diversas informações, incluindo o seu gênero.

Na maioria das plataformas você vai encontrar apenas as opções homem e mulher.

Mas o Tinder oferece agora algumas outras alternativas.

Com o intuito de respeitar a diversidade e também para evitar situações de assédio, a rede social, que aliás é uma das mais utilizadas em todo o mundo para relacionamentos, criou uma relação com mais de 35 opções de identificação sexual.

Apesar da solução ainda não ter chegado ao Brasil, países como Canadá, Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido, França e Espanha já fizeram essa atualização.

Por enquanto só resta aguardar a novidade por aqui!

Yelp

Essa plataforma americana, especializada em localizações e avaliações de diversos serviços, produtos e locais, analisou a pesquisa National School Climate Survey, feita em 2015 por advogados norte-americanos, para criar a sua funcionalidade.

A pesquisa mostrou que em média 70% dos estudantes transgêneros do país possuem dificuldade em encontrar um banheiro público adequado e seguro para usar no dia a dia.

Foi esse resultado que fez o Yelp buscar a solução para o problema.

Para isso, a plataforma apostou em um novo recurso: um filtro capaz de buscar ambientes com banheiros neutros, aqueles que não possuem distinção de gênero.

Apesar da opção estar apenas disponível nos EUA, a empresa tem a intenção de expandir esse recurso para outros países!

BlaBlaCar

Essa, que é a maior plataforma de caronas de longa distância do mundo, oferece agora uma alternativa bem interessante para o público LGBTI+.

Para isso, ela focou na solução de uma dor muito presente: a de não poder utilizar o nome social, geralmente diferente do registrado, em qualquer circunstância.

A ideia da BlaBlaCar foi combater os possíveis constrangimentos e desconfortos que podem vir em decorrência disso.

A plataforma então passou o oferecer a opção de alterar o nome dos seus usuários.

E o mais legal é que essa iniciativa começou em 2016 no Brasil e agora já está valendo nos outros 21 países em que a startup atua.

Gostou de saber mais sobre as iniciativas desses importantes aplicativos para o público LGBTI+?

Então coloque nos comentários o que achou das estratégias!