Agora que você está se familiarizando com o tema ‘franquias’ e está analisando a possibilidade de transformar o seu negócio em uma delas, é importante que você conheça o esquema de taxas cobradas por uma empresa franqueadora.

É através dessas taxas que o seu negócio ganhará força e sustentação para crescer e poder cuidar bem da sua rede de franqueados. E para aqueles que fabricam os produtos que serão comercializados na Rede, ainda ganharão com o lucro da venda desses itens às Unidades.

As empresas bem formatadas e devidamente cadastradas na ABF – Associação Brasileira de Franchising normalmente, cobram três taxas distintas do franqueado: “Taxa de Franquia”, “Royalties” e “Taxa de Publicidade”.

Taxa de Franquia

Imagine a sua Empresa, desde o dia que você começou, fazendo tudo sozinho(a), ou quase; pensando em um nome bacana para a sua Marca, aprendendo como trabalhar da melhor maneira possível; acertando algumas vezes, errando muitas outras vezes, até chegar na fase onde seus passos são certos, a “fórmula” do seu negócio já funciona bem (apesar de toda a empresa ter sempre o que melhorar) e você já sabe exatamente o que fazer no dia a dia do seu negócio, para que tudo caminhe de maneira mais ajustada possível.

O tempo passa e a sua Marca já é reconhecida pelas pessoas, sua carteira de clientes é satisfatória e seu processo de trabalho está funcionando bem.

E você empresário, no momento da expansão de sua Rede através de Franquias, cobrará pelo direito de uso de sua Marca + transferência de know-how, a todos os futuros franqueados, uma “Taxa de Franquia” por esses itens de extrema importância.

Essa taxa varia de acordo com o tipo de negócio e cada Franquia estipula o valor ideal para o seu nicho de mercado.

No site da ABF vocês podem pesquisar, dentro do segmento da sua Empresa, quais são as taxas de franquia utilizadas pelos seus concorrentes. No menu esquerdo “Guia de Franquias” você tem todas as empresas cadastradas na Associação separadas por segmento.

Resumindo: a sua Marca, o seu conhecimento e seu “modus operandi” tem valor. E ele é cobrado através desta taxa.

Importante: essa taxa é cobrada UMA única vez, no ato da assinatura do contrato de Franquia e não é reembolsável.

Royalties

Essa taxa é cobrada mensalmente do franqueado para investimento na Rede no que diz respeito a desenvolvimento de novos produtos, pesquisas, atualização dos padrões, manutenção dos Consultores de Campo entre outros.

Esse percentual varia de franquia para franquia, mas gira em torno de 4% a 6% do faturamento bruto da Unidade ou 25% a 30% sobre as compras realizadas no período de um mês.

Ex.: Se no mês de julho uma Unidade teve como faturamento bruto R$ 82 mil, e a sua taxa de Royalties for de 4% sobre FB, o valor a ser pago a franqueadora será de R$ 3.280,00.

Algumas franquias, geralmente fabricantes de seu próprio produto, preferem cobrar os Royalties sobre as compras que o franqueado realizou no mês.

Ex.: no mês de julho as compras de reposição de produtos da Unidade franqueada foram de R$ 18 mil; sendo assim, ele pagará à franqueadora R$ 3.600,00 caso sua taxa de Royalties seja de 20%.

Tudo vai depender do tipo de negócio, ramo de atividade e etc.

Resumindo: uma franquia bem administrada utiliza com maestria o valor arrecadado com os Royalties e os franqueados só tem a ganhar.

Taxa de Publicidade

Na sua grande maioria as franquias cobram 2% sobre o faturamento bruto das Unidades Franqueadas destinados à Taxa de Publicidade, mensalmente.

Entendam que essa “publicidade” é institucional da Marca e não destinada a uma ou outra Unidade especificamente. As franquias usarão essa verba para anúncios em mídias que englobem todas as regiões onde possuam franqueados para que todos sejam beneficiados com a exposição geral da Marca.

É obrigatória que seja aberto aos franqueados, pelo menos uma vez ao ano, a prestação de contas dessa arrecadação, demonstrando aonde foi destinado o dinheiro no ano corrente.

Franqueados de franquias novas, deverão ter em mente que no início, serão publicidades pequenas de acordo com a possibilidade e tamanho da Rede. Conforme mais Unidades vão sendo abertas, maior o nível de exposição na mídia.

Campanhas publicitárias locais (ex.: panfletagem, anúncio no jornal do bairro e etc.), são sempre por conta do franqueado, passando inicialmente pelo crivo da Franqueadora para aprovação.

E aí, o que acharam? Comentem!

zp8497586rq