A cada dia que passa é mais complicado (leia-se difícil) pensar em um domínio interessante, especialmente pra quem trabalha com publicidade, webdesign ou mídias digitais. Um nome “cool” esbarra sempre na impossibilidade de registrar seu respectivo “.com” ou “.com.br” e registrar “.ppg.br” é esconder seu site pela eternidade, ninguém lembra desse TLD (domínio de topo)… eu mesmo tive que entrar no site do Registro.br pra lembrar dele, sabia que existia um TLD para publicitários mas fiquei em dúvida se era “.pro.br” (que é para professores) ou se era “.mkt.br” (que nem existe).

Eis que surge uma alternativa “cool”: marca.ad

Isso mesmo, existe um TLD “.ad” ele corresponde ao “.br” do Principado de Andorra que é um dos seis menores países da Europa e o único país do mundo que tem como língua oficial o Catalão, mas fala-se também português e francês, se quiser saber mais sobre Andorra, clique aqui.

Andorra_la_Vella_3 (1)

Um pequeno país europeu pode garantir um domínio bacana para você. Fonte: Wikipedia

Esse domínio “.ad” é o que eu chamo de domínio funcional, pois pode ser parte integrante da marca, assim como “.me” ou “.com.vc” entre vários outros domínios funcionais. O uso vai depender da criatividade, pode ser para uma campanha específica ou para uma divisão da empresa (no caso de grandes companhias) ou para empresas do segmento de publicidade como é o objetivo deste post (.ad remete à advertising).

O único problema é que o principado de Andorra exige o registro da marca para liberar o “.ad” então você precisa obrigatoriamente registrar sua marca naquele país para ter o direito de registrar o domínio, mas esse problema pode se tornar um grande diferencial afinal não é “qualquer um” que está disposto a gastar 1.500 dólares para ter um domínio exclusivíssimo (válido por 2 anos), então pode ser uma excelente alternativa para quem busca um domínio fora do tradicional ou para quem ficou sem alternativas.

A renovação custa aproximadamente $ 400 dólares para mais 2 anos e a marca só precisa ser renovada no décimo ano do registro, igual ao que ocorre no Brasil.

Como se sabe os domínios mais conhecidos e utilizados (no Brasil) são os “.com.br” e, na indisponibilidade destes, geralmente se recorre aos domínios made in USA: “.com” ou “.net” como todos estes são disputados à tapa e as coincidências são comuns, por mais criativo que seja o nome da sua agência, você pode ficar sem opções.

Diante desse contexto, pode ser bem mais interessante ter “agencia.ad” do que “agencia+publicidade.com.br” ou “agencia+estado.com.br” e outras opções piores ainda.

Pense nisso, seu AD pode ser uma opção exclusiva, elegante e um diferencial de comunicação, que tal exercitar sua capacidade de branding com sua própria marca?

Ah!  Para quem quiser ter seu próprio “.ad” o E-Marcas está cadastrado junto ao Principado para realizar esse registro.

zp8497586rq