A situação, todos conhecem: sentado em seu home-office, o profissional freelancer vê as horas passarem sem mal piscar os olhos. Trabalho concluído, cliente atendido e dinheiro ganho, depois, o que resta? Uma sensação de que se vive só, enquanto mundo corre, bem mais rápido do que você, lá fora.

Para desvendar os lados positivo e negativo da questão, Mauro Amaral, Humberto Oliveira, Carolina Vigna-Maru e Maurício Domene, reuniram-se da meia hora mais valiosa do seu dia para compartilhar seus momentos semelhantes com sua comunidade de ouvintes. Contamos ainda com a participação sempre especial de Henrique Arake, advogado especializado em Direito Empresarial.

Após o episódio registre suas impressões nomes comentários e no twitter, mantendo este episódio sempre vivo, como um ponto das discussões sobre este tema.

Fique atento: