Reciclado da época do primeiro boom da bolha Menos tecnologia, mais empatia Uma Internet feita de pessoas deve ser quente como o colo de uma vóvó. Menos técnicos, mais craques Todo mundo sabe que todo mundo sabe pouco. Só desrespeite o técnico depois de fazer o gol. Menos mesas, mais pé no chão Quem paga, não sabe se vai dar certo. Ter os pés no chão é a melhor maneira de saltar bem alto. Menos Champangne, mais cerveja O tempo de deslumbre passou. E muitos nem sequer chegaram a usufruir desses momentos. É hora de falar a língua desse nosso glorioso país. Menos Channel, mais suor Quem é Groove, chegou para trabalhar. Será duro, será difícil e cheio de barreiras. Menos chip, mais DNA Deixe as Ferramentas em casa, em sua mesa...aqui você deve mostrar ao que veio com lápis e papel na mão. Menos produtividade, mais intensidade Somos pagos por nosso talento. Devemos Ter uma relação quase doentia com ele. Cada pequeno projeto, deve ser o mais importante de toda nossa carreira. Menos metas, mais metamorfose Mude sempre, principalmente o que, ontem, você achou muito bom. Menos business, mais happiness Ok, estamos aqui para fazer dinheiro para nossos clientes. Mas e o consumidor?. É pela Internet que muitas pessoas vão conhecer o mundo. É por ela que o mundo vai falar. Isso tem que ser divertido. Menos Define, mais Design Lápis e Papel na mão, mais uma vez. Menos tática, mais prática. Erre mais continue tentando. É melhor do que ficar esperando. Menos Goliath, mais David Surpreenda pelo tamanho. Menos sintaxe, mais semântica Mais significados para todos. Vários significados para apenas uma coisa. Estamos aqui para preencher a cabeça do navegante. Não deixe uma bela forma vazia, nunca. Menos meios, mais mensagem Informação é nossa moeda. E nós somos a casa da moeda. Menos metodologia, mais entropia Uma big bang por dia e nossos universos terão vários mundos habitados. Menos eletricidade, mais energia Filosofia, ética, medicina, escrita...há 3000 anos já existia tudo isso. E ninguém levava choque... Desliguem tudo, agora! E vamos começar a brincar de verdade. Menos vendas, mais visão Enxerguemos longe, levemos o cliente conosco. Menos navegação, mais imersão Nosso usuário deve atolar até a cabeça num mundo sem volta. Menos acertos, mais experiências Porque não? E se? Você já experimentou assim? Menos Gold, mais trash Menos é mais. Menos é mais. Menos é mais.