A privacidade nas redes sociais é um tema bastante debatido ultimamente, em especial pelos empreendedores. Isso porque essas mídias permitem que as pessoas saibam muito sobre a nossa vida, desde com que trabalhamos até o que fazemos aos finais de semana.

Até aí tudo bem, o problema começa quando o pessoal e o profissional começam a se misturar.

Alguns empreendedores e freelancers, por exemplo, divulgam as suas páginas profissionais para os amigos ou então convidam os clientes para participarem das páginas pessoais, só que isso nem sempre tem um resultado muito positivo.

Já passou por alguma situação difícil por conta disso? Então leia esse artigo até o final.

A ideia é levá-lo à reflexão sobre a importância da privacidade nas redes sociais e também sobre os riscos de misturar a vida pessoal e a profissional nessas mídias.

Por que a privacidade nas redes sociais é importante?

Para refletirmos sobre a importância da privacidade nas redes sociais, que tal alguns exemplos práticos?

Vamos supor que você convide um cliente para a sua rede social pessoal. Certo dia, um amigo publicou uma foto sua em uma festa depois de ter bebido algumas cervejinhas. Só que o cliente acabou vendo a imagem. O que será que ele vai pensar? Bom, isso não dá pra saber, mas no mínimo você deve concordar comigo que existe um certo risco disso tirar a sua credibilidade profissional, não acha?

Agora vamos supor que criou uma fanpage no Facebook para o seu negócio e que acabou convidando os seus amigos para curtirem. Em uma das suas postagens, um deles, aquele que adora fazer uma brincadeira, foi lá nos comentários e escreveu “quem diria que esse cara um dia ia trabalhar sério?”. Será que isso pode trazer alguns problemas para você quando os seus clientes visualizarem? Pense bem…

Acho que com esses exemplos fica clara a importância do cuidado com a privacidade nas redes sociais.

Os seus amigos podem até saber sobre o seu trabalho, em especial considerando que essas são ótimas fontes de indicações de clientes, mas será que eles precisam mesmo estar na sua fanpage curtindo tudo aquilo que na verdade você está publicando para o cliente?

Da mesma forma, será que o seu cliente precisa ver todas as suas fotos pessoais e ler os comentários da sua mãe ou da sua esposa? Isso vai te beneficiar? Na verdade vai mais é atrapalhar!

Dica para manter a privacidade nas redes sociais

A dica para manter a sua privacidade nas redes sociais é simples: tenha a sua página pessoal para postar fotos, trocar comentários e interagir com os seus amigos e tenha uma fanpage profissional especialmente para os seus clientes, com postagens específicas para eles.

O ideal é que os seus amigos não sigam a sua fanpage e que os seus clientes não sigam a sua página pessoal.

Não que isso seja uma regra completamente inflexível. Às vezes acabamos fazendo uma amizade com um ou outro cliente ou temos um amigo bastante discreto que até pode curtir a nossa fanpage.

Mas esses casos são exceções, então, todo cuidado é pouco!

Mas será que existem situações em que a divulgação dos serviços para os amigos é interessante? Sim, naquelas em que eles podem se tornar clientes ou indicar clientes.

Vamos falar sobre isso no próximo tópico?

Em quais situações a privacidade nas redes sociais não é necessária?

Vamos supor que você faz doces para vender ou que trabalha com decoração para festas infantis.

Divulgar esse trabalho para os seus amigos é muito estratégico.

Pode ter certeza de que muitos deles vão se tornar clientes ou no mínimo vão te indicar um bocado de gente.

Isso porque, de forma geral, quando as pessoas vão adquirir serviços ou produtos que podem ter um certo valor sentimental, como a decoração da festa do filho ou a compra de docinhos para um evento, elas gostam de saber de quem estão comprando e até entender mais sobre o profissional.

Apesar disso, ainda assim é importante alguns cuidados. Por mais que os seus clientes sejam também os seus amigos, eles podem confundir as coisas dependendo do tipo de post que você publicar. Então é bom ficar atento!

Enfim, essas percepções são muito particulares e vai de cada um. Não existe uma regra, mas quando se trata do seu negócio e do impacto positivo e profissional que pretende gerar no cliente, é importante ser cuidadoso.

Como se comunicar com clientes nas redes sociais?

É fato que ter uma fanpage nas redes sociais para se comunicar com os clientes proporciona muita credibilidade. Se você resolver convidá-los no seu perfil pessoal para que vejam as suas fotos com os seus amigos e os comentários da sua mãe, talvez não passe assim tanto profissionalismo.

Mas ter uma fanpage é também bastante interessante considerando o crescimento do negócio, porque ela permite que encontre o seu público, aquelas pessoas que realmente têm interesse no seu produto. É claro que você não vai conseguir o mesmo alcance na sua página pessoal.

Enfim, vamos ao que interessa: uma vez que tem uma fanpage, é essencial que procure o melhor tom para se comunicar com o cliente.

Dependendo do serviço, essa comunicação pode ser mais próxima. Outros negócios requerem um pouco mais de formalidade.

De qualquer forma, é importante que sempre mantenha a gentileza no trato, mas que também cuide para que a relação se dê de maneira profissional. Pensando assim, um pouco de formalidade é interessante para todos nós.

Então, nada de contar toda a sua vida pessoal, a não ser que dentro da sua estratégia de negócio isso possa ser interessante, mas acredito que essa situação é bastante atípica.

Use o bom senso e sinta qual é o tom que deve usar com o seu público, mas o mais importante, no final das contas, é que ele tenha interesse em te contratar e é isso que você precisa considerar nessa comunicação.

Agora que já leu esse artigo sobre a privacidade nas redes sociais, o que acha de comentar aqui a sua forma de trabalhar nessas mídias?