sala101_22baseff_600x600Aquelas folhas de papel com firma reconhecida que você guarda todo orgulhoso na gaveta do home-office? Não, meu caro, isso não é um contrato. E tão pouco sua versão digital também. Como bem disse nosso convidado de hoje, o Henrique Arake, o contrato é antes de mais nada a “manifestação do desejo das partes celebrarem algum tipo de parceria em conjunto”.

Ou seja, se a vontade existe, o contrato também. Entenda como você faz para montar um contrato digital, quais são suas partes principais e, sobretudo, que tentar vender a Lua, um Unicórnio ou uma tonelada de Marijuana, não vale, ok?