No último artigo que escrevi para meus futuros clientes, abordei a importância de se brifar corretamente o profissional que vai trabalhar no projeto de internet de sua empresa. O tom geral da conversa foi o de que:

[quando você faz uma reunião de briefing correta] …a chance da proposta chegar redonda, fiel aos objetivos e adequada à realidade do [seu] mercado é bem maior

A proposta chegou, como saber que ela é a ideal?
Mesmo com um briefing bem realizado, clientes de todos os portes ficam em dúvida ao olhar propostas comerciais pela primeira vez. Como avaliar a proposta comercial de um projeto destes?

Nestes momentos, a movimentação mais comum dos clientes é pular toda a introdução e o detalhamento técnico e olhar o último quadrinho do documento, onde consta o preço pedido pelo serviço. E isso é um erro.

Um preço por si só pode ser muito caro ou muito barato de acordo com uma imensidão de variáveis. Trouxe cinco destas variáveis aqui para tentar ajudar o processo de decisão, quando você estiver num momento como esse. São elas:

  • Equipe: A proposta deve dizer pra você se sua empresa está contratando um único profissional ou se ele estará gerenciando uma equipe para entregar o seu projeto. No primeiro caso, você deverá entender que a confecção em si será mais lenta, no segundo, que precisa de um profissional experiente para dar conta dos atropelos que possam acontecer.
  • Estrutura de Gerenciamento de projeto: a proposta apresenta alguma metodologia? Projetos de internet estão, a cada dia, ficando mais e mais complexos e encararar (pagar) um projeto em que ninguém tem controle de nada e tudo parece ser uma grande brincadeira é comprar um prejuízo em vez de solução.
  • Acompanhamento: a proposta apresenta, ou eleje, um representantes da empresa para ser seu contato? Este contato é acessível? Mostrou-se aberto a comparecer em reuniões e emitir comunicados de follow-up de projetos?
  • Experiência: A internet no Brasil já tem 10 anos de atividade. Eu estou há 7 nele. Por si só isso também não quer dizer nada. Sua proposta reflete a experiência dos envolvidos, através de outros trabalhos realizados e/ou uma curta descrição das habilidades de todos os envolvidos?
  • Precificação:E, finalmente, no quadrinho final da proposta, onde é colocado o preço do service, ele está discriminado de acordo com o perfil da composição de pagamento acordada? (Hora, escopo, taxa mensal etc). Está discrepante comparando-se com outras propostas? Porque será?

NOTA IMPORTANTE: Temos disponível em nossa seção Ferramentas um modelo de proposta que faz muito sucesso entre os leitores.

Cada preço tem seu preço.
Fique a vontade em repetir este tipo de leitura com quantas propostas você achar necessário até encontrar aquela que vai de encontro as suas necessidades e potencialidades. Contudo, não avalie somente pelo preço final da última página, lembrando sempre que uma discreta máxima:

“Por muita experiência você investe, por pouca experiência, você aposta.”

Artigos anteriores: