Ouvir o RadioLab, depois que você derruba a barreira do idioma, é uma experiência transformadora. Primeiro porque leva você, como ouvinte, para viver experiências científicas e culturais muito além do que julga o senso comum ser capaz um iPhone plugado dos seus ouvidos no meio do trânsito.

Depois, quando você tenta arriscar-se na função de host de alguns programas (no caso estes três aqui), lembra a todo momento o quanto falta – e talvez sempre faltará – , para você atingir a excelência.

Depois de passar por um Workshop com a turma do Projeto Humanos, outro com o Alex Blumberg e lançar um programa novo, ouvir Abumrad, humildemente, declinar do título de gênio americano é, no mínimo, inspirador. Assim como olhar seu estúdio, tão aconchegante e tão da forma como sempre imaginei, é colocar a sua própria barra pessoal bem lá no alto. E talvez saber que nunca vai superá-la.

Para conhecer um pouco mais da biografia de um dos criadores do Radiolab, leia esta página aqui. E, claro, assine o feed do podcast!