Anuncie produtos, venda suas criações e compartilhe conteúdo relevante na FreelaStore. Veja como participar.

O futuro da escrita manual pode estar nas mãos de aplicativos para escrever no iPad!

por Diego Fernandes de Oliveira

Desde o início da escrita, há 3.000 anos A.C (com os antigos Sumérios), a escrita vem evoluindo através dos tempos, exercendo papel exponencialmente essencial em nossas vidas.

Mesmo antes de Gutemberg, as pessoas escreviam aforismos, lembranças, poemas e orações. Para se escrever, já foi utilizado todo tipo de material e ferramenta, pedra, barro, papiro, lápis, nanquim, caneta, máquina de escrever, computadores, smartphones, tablets etc. Hoje utilizamos aplicativos para escrever no iPad.

Quando foi a última vez que você pegou uma caneta para escrever? Muitos conseguem contar nos dedos, quantas vezes utiliza uma caneta ou lápis por mês.

Apenas para assinar um documento, para fazer anotações (aquelas fixadas por imãs na geladeira) ou riscar o calendário (pagamentos de contas de luz, gás, telelefone etc.). O resto do tempo é teclado ou direto no touchscreen. Será que a escrita está com os dias contados?

Mesmo acreditando que a caneta é muito mais rápida que o teclado, escrita corre o risco de tornar- se obsoleta.

Entretanto, enquanto houver mais e mais escolas abraçando a tecnologia, o ensino tradicional caligrafia está voltando. A cada dia somos surpreendidos ao ver escrita, recebendo atenção renovada entre os pesquisadores e técnicas de Lettering sendo ensinadas e divulgadas por todo Brasil, através de profissionais consagradas como Marina Chaccur e Andréa Branco.

Fonte:Caligrafia para artigo da revista Aventuras na Historia, editora Abril (Jul.10) Marina Chaccur

Fonte: Caligrafia para artigo da revista Aventuras na Historia, editora Abril (Jul.10) Marina Chaccur

Quando você reflete sobre o passado, onde tudo era escrito através do lápis ou caneta no papel, parece até um mundo utópico. Entretanto vivemos em um momento híbrido, na verdade.

Vemos muitos vestígios do velho mundo analógico sendo mantidos vivos em várias formas digitais, a partir de aplicativos, onde analógico e tecnológico, cruzam-se tornando experiência de usuários de tablets e smartphones tão agradáveis, quanto a velha e insubstituível escrita. Seguem alguns serviços e aplicativos interessantes:

Inkly

O aplicativo Inkly permite que o iPhone, tire uma fotografia de seus rabiscos de uma folha de papel em branco e transpondo-o para o cartão.

Inkly Cards

Lettrs

Transforma o seu PC e iPhone em uma máquina de escrever ou papel de carta.

lettrs.com

Evernote Smart Notebook

Destina-se à criação de ideias e esboços em papel e, em seguida, captura, organização e aprimoramento digitais com o Evernote.

Com a proliferação de smartphones, PCs e tablets na sociedade, não há dúvida de que a escrita manuscrita vai se tornar cada vez menos “essencial” na vida cotidiana, em contrapartida torna-se essencial na evolução humana e na falta de energia elétrica, não acham?

Diego Fernandes de Oliveira

Diego Fernandes de Oliveira

Desenvolvedor Web

Formado em letras e estudante de pós-graduação em Comunicação e Marketing na FMU. Desenvolvedor web na Cadastronet (Atibaia-SP), freelance nas horas vagas. Viciado em café, design (obcecado pelas histórias da Bauhaus e ULM), pintura (Impressionismo, expressionismo, cubismo e surrealismo), literatura( Hesse, Dostoievsky, Turgueniev, Saramago, Rubem Fonseca, Dalton Trevisan e Jostein Gaarder ), música(Punk Rock, Hardcore, Bossa Nova, Jazz e Grunge) e cinema(Hitchcock, Kubrick, Scorcese, Coppola, Nolan, Irmãos Cohen, Tarantino e Guy Ritchie).

Portfolio RSS E-mail (Leia mais artigos desse autor)


Direto do @falafreela

Editores no Twitter