Sistema garante ainda liberdade criativa, fundamental para títulos distuptivos

Sabe aquela história que se você falar sobre um projeto ele não acontece? Pelo contrário, é preciso falar mil vezes – ou mais – para ele acontecer”, destaca a jornalista Priscila Miranda, que acaba de lançar uma campanha de crowdfunding para viabilizar seu novo game.

Há muitos jogos sendo lançados desta forma. No mundo, das 30 campanhas de financiamento coletivo de maior sucesso, mais da metade são de jogos. Os criadores fazem a pré-venda do jogo e obtêm recursos antes mesmo de terminarem a desenvolvê-lo. O sucesso dessas campanhas mostra que o mercado de crowdfunding para jogos só tende a crescer no Brasil.

Esta nova forma de financiamento permite que o criador avalie a aceitação de seu jogo e receba feedback de seus usuários em relação ao projeto. Muitas empresas, como a Sony, também estão utilizando o crowdfunding para fazer esta análise prévia de seus produtos. Assim, os criadores só lançam seus projetos se houver demanda, ajustando as expectativas do projeto.

Crowdfunding dá liberdade criativa para os gamers

As plataformas de crowdfunding dão total liberdade para que os gamers criem a sua campanha (texto, imagens, vídeos). E, ao lançar sua campanha, você estará em contato direto com os usuários de seu jogo – fato que antes não seria possível, a não ser por e-mail, formulário de contato no site ou outra forma de comunicação não tão interativa.

Algumas plataformas de até possuem um espaço para atualizações (como um blog) e o ideal é que seja utilizado com bastante frequência, pois é a forma mais rápida de se comunicar com todos os contribuidores de sua campanha.

Nele, o criador pode inserir atualizações de seu game, como está o processo de criação, informar notícias relevantes. Outra ferramenta interessante é a parte de comentários da campanha, todos que contribuem podem deixar comentários e avaliações para o jogo.

Ouvir o que o usuário tem a dizer e, se possível, adaptar o jogo de acordo com a demanda do mercado, fará com que você tenha uma chance maior de sucesso com sua campanha de crowdfunding.

E também proximidade com seu público

Conhecer seu público permite que os jogos que atendam a um nicho específico possam expandir seu público e se tornar um sucesso. Campanhas de crowdfunding bem divulgadas, ultrapassam barreiras e acabam atingindo um público muito maior.

Contribuidores de campanhas de jogos tendem a compartilhar e disseminar a informação sobre a campanha no Facebook, Twitter e outras mídias sociais. Muitos fazem isso, pois querem que o jogo alcance a meta campanha e seja lançado. No Brasil, a comunidade de jogos é bastante ativa e muitas campanhas já alcançaram valores expressivos (de até R$ 240 mil) para financiar seus jogos. Para se ter uma ideia do poder do público, a campanha Caçadores da Galáxia arrecadou, em apenas 30 min, 100% da meta de arrecadação (ou seja, R$ 25 mil)!

Quem cria uma campanha de crowdfunding de jogos precisa estar sempre disponível para atender seus fãs apaixonados que, antes, interagiam em convenções, fóruns online, grupos de redes sociais, mas, agora, vão interagir via plataforma de crowdfunding – facilitando o contato. Por isso, durante o planejamento, adicione o tempo que possivelmente gastará respondendo perguntas e interagindo com os fãs.

Sobre “As Férias de Lara na Favela do Sapo”, o game

Quem nunca jogou FarmVille ou Candy Crush que atire a primeira pedra. Os joguinhos de Facebook são o passatempo perfeito e As Férias de Lara na Favela do Sapo não será diferente. O jogo, que conta a historinha de uma menina de seis anos que mora em uma favela de São Paulo, tem dez níveis de dificuldade, cada um resgatando uma forma simples de viver, com o tema de uma brincadeira de rua. Dos barracos à borda da Mata Atlântica, acontecem as passagens dos níveis. As legendas contam a historinha das férias incríveis que Lara passa com a sua turminha.

Então, se você tem uma boa ideia de jogo e quer torná-la realidade, crie uma campanha de crowdfunding e conte com a contribuição de milhares de pessoas!