O trabalho de freelancer é praticamente uma montanha russa. Tem época que entram diversos jobs, um atrás do outro, mas existem períodos de baixa total.

Por mais que seja difícil de aceitar, precisamos considerar que esses momentos existem e que temos que definitivamente saber lidar com eles.

Geralmente eles acontecem nas semanas de feriados, mas também naqueles meses em que todos estão com a cabeça nas férias, no descanso e nas viagens, como ano novo e carnaval.

Só que a cada 4 anos precisamos lidar com uma outra comemoração: a Copa do Mundo. E 2018 vem uma por aí!

As pessoas querem assistir aos jogos a qualquer custo, de preferência no barzinho, rodeadas de amigos, cervejas, petiscos e de um monte de apetrechos verde e amarelo, como corneta, camiseta, chapéu, óculos e muito mais!

A Copa do Mundo vem com tanta força no Brasil – que diga-se de passagem é considerado o país do futebol – que muitas empresas resolvem liberar os funcionários nos horários dos jogos para que todos possam assistir as imperdíveis partidas da nossa seleção.

E enquanto o Brasil não é eliminado (e todos esperamos que não seja mesmo), esse período mais voltado a comemoração e menos ao trabalho permanece diariamente na nossa rotina.

Até aí tudo bem. Quem atua em empresa acaba curtindo o momento e aproveita para se divertir e descansar um pouco do dia a dia puxado.

Mas e como fica para quem é freelancer?

Se as empresas praticamente estão de “férias”, quem vai te contratar?

É claro que alguém sempre vai, mas precisa considerar que a baixa nos jobs durante o período da Copa do Mundo é realmente inevitável.

E foi justamente por isso que fizemos esse artigo. A ideia é dar algumas dicas para que você comece agora mesmo a criar estratégias para poupar algum dinheiro ou até para fazer mais dinheiro para não sair no prejuízo, literalmente.

Ficou interessado? Então confira as nossas dicas!

Como poupar dinheiro ou fazer mais dinheiro no trabalho de freelancer antes da Copa do Mundo?

Daqui para o início da Copa do Mundo falta muito pouco, muito mesmo!

O primeiro jogo será no dia 14 de junho entre Rússia e Arábia Saudita. Já o do Brasil será no dia 17 contra a Suíça. Clique aqui para saber sobre todos os jogos.

Isso significa que temos um pouco mais de um mês para nos preparar. Sei que considerando esse “time” não podemos fazer muita coisa, mas ainda assim existem algumas dicas interessantes. Confira!

1 – Busque mais jobs

Uma das alternativas é pegar um pouco mais de jobs.

Para isso, avalie primeiro quanto tempo a mais por dia você conseguirá trabalhar. Vamos supor que costuma parar entre 18h e 19h. Procure ir até às 20h ou 21h.

Para você ter uma ideia de quantidade, se fizer duas horas a mais por dia em cinco dias na semana, você terá em média 40 horas a mais no mês. Isso deve garantir um bom ganho pra você.

Mas caso tenha o hábito de iniciar o trabalho de freelancer mais tarde, procure começar duas horas mais cedo.

Faça alguns sacrifícios para que durante a Copa do Mundo você possa respirar mais aliviado sabendo que as suas contas estarão em dia!

2 – Guarde dinheiro

Se não tem o hábito de poupar dinheiro, comece hoje mesmo.

Procure alternativas para evitar os gastos. Talvez você deva deixar de ir para as baladas e restaurantes mais caros por enquanto ou optar por comprar um presente de Dia das Mães com um preço menor.

Avalie tudo que é possível poupar e comece agora mesmo. Pode ter certeza de que um mês de economia vai fazer muita diferença.

Tenha apenas o cuidado de separar esse dinheiro para não correr o risco de gastá-lo.

3 – Ofereça um serviço mais robusto

Sabe aquele serviço que estava pretendendo começar a oferecer, mas que ainda não teve tempo de se estruturar pra isso?

O que acha de se organizar agora mesmo?

Pense em algo de maior valor agregado e mostre para o seu cliente atual, talvez até para aquele que já mostrou interesse em algo desse tipo.

Se optar por essa alternativa, você tem duas opções de entrega:

– Trabalhar algumas horas a mais por dia para entregar o job ao cliente ou

– Negociar a entrega na Copa do Mundo, que é justamente o período de maior baixa de demandas

Considere que o cliente não necessariamente precisa de urgência na entrega, então a negociação de prazo acaba ficando mais simples.

É claro que a ideia é que o pagamento seja feito antecipadamente, uma vez que a sua intenção é ter mais dinheiro durante a Copa do Mundo. Por isso não adianta nada ele pagar depois.

Aliás, se você ainda não cobra 100% ou pelo menos 50% do job antecipado, não acha que chegou a hora de considerar essa possibilidade?

O seu serviço não é diferente dos outros, sejam eles quais forem, então fique atento para não prejudicar o seu fluxo de caixa e também para não correr riscos de ficar sem receber.

Bom, foi só um parêntesis. Vamos voltar ao que interessa agora com um exemplo prático de serviço de maior valor agregado.

Vamos supor que você é um redator que escreve artigos para blogs. O que acha de oferecer e-books para alguns dos seus clientes? Esse serviço pode ser entregue por um preço maior, e não só porque ele tem 3000 ou mais palavras, mas principalmente porque é um material rico, que depende de uma diagramação diferenciada e que muitas vezes é até vendido pelo seu cliente.

Você não vai cobrar só por palavra ou por hora, mas sim pelo valor que vai entregar.

Se ainda não sabe diagramar, não se preocupe. É possível reservar algumas horas do dia para aprender e oferecer antes mesmo da Copa do Mundo.

Pense nisso!

Gostou das dicas de como o trabalho de freelancer pode render mais dinheiro para a Copa do Mundo? Então prepare-se para esse período de baixa e não fique no vermelho.

E você, tem se preparado? Então deixe as suas dicas aqui!