Dicas valiosas para seu cliente voltar a falar com você!

Todos nós, que trabalhamos como freelancers, sabemos como é complicado iniciar uma relação com um cliente. Encontrar um público, melhorar nossos serviços, aprender como divulgá-lo, para ficar só no básico. Mas fechar um negócio é só a primeira parte dessa relação, temos que ir além para tornar nosso trabalho sustentável.

Primeiro vamos voltar um pouco ao início e deixar claro uma coisa: os nossos serviços devem se concentrar em resolver problemas. Toda empresa, de pequeno ou grande porte, nacional ou multinacional, tem muitos problemas a serem resolvidos, nós podemos ser os profissionais que vão resolvê-los. Temos que alinhar nossos serviços com esses problemas.

Você pode usar esta estratégia como captação de novos trabalhos: analise o mercado, veja os problemas que podem ser resolvidos por seus produtos e ofereça-os!

Mas e se você já tem uma base de compradores de seus serviços construída, como fazer para alimentar essa relação? Como fazer com que seus clientes voltem a fazer negócios com você?

Seguindo o caminho da diminuição do sofrimento de nossos clientes, podemos a criar uma relação saudável desde o início, aumentando as chances de alinharmos as necessidades e desejos deles com as nossas.

Outro caminho importante é conhecermos bem as necessidades e desejos de quem contrata nossos serviços, mas para isso vamos precisar de um bem inestimável: a informação. Receber feedback de nossos clientes é uma fonte importante de dados. Tente criar formas claras e simples para abrir canais de relacionamento entre as duas pontas.

Você precisa criar um ambiente propício para que essa isso ocorra, poder ser uma pesquisa impessoal, uma reunião cara a cara, ou um encontro online, usando as ferramentas disponíveis no mercado.

Alimente-se de informações de seus clientes.

Tente criar um fluxo contínuo de trabalho que possa ser tocado sem atrapalhar o seu foco principal. Defina uma política de feedback (mesmo que sua empresa seja só você). É importante para manter a constância no processo de trabalho. Crie essa política de troca de informações de forma simples e vá melhorando conforme o tempo passa; melhor desenvolver algo simples e adaptável do que levar muito tempo criando algo rígido demais.

É importante encorajar o feedback desde o momento em que eles fazem um pedido até o momento da entrega do serviço ou produto, preparar algumas perguntas pode ser uma boa ideia.

Com acesso àos dados que precisa, que podem vir dos feedbacks, ou de outras formas de pesquisas que você crie, preocupe-se com o processamento em tempo hábil dessa massa de dados, seja ágil para analisá-los, afinal de contas o seu trabalho é atender seus clientes.

Priorize as oportunidades, pode acontecer que você consiga poucos feedbacks, então vai poder analisar todos e tentar achar algum caminho, mas se tiver muitos dados, priorize-os. Foque no que vai gerar oportunidades de novos negócios. Uma ideia interessante é criar um roadmap ou uma agenda de novos serviços baseado no que achou.

Analise os dados e evite o lugar comum na hora de tentar entender o que está por trás do que tem em mãos. Tente ser criativo nessa análise.

Por fim, planeje quando vai colocar em ação o resultado do feedback.

Fluxo de trabalho centrado na resolução de problemas.

Criei portanto um fluxo de Conhecimento, Informação, Rede e Comunicação.

  • Foque em conhecer o problema do cliente;
  • Se informe (via feedback, pesquisas e análise de dados);
  • Estreite os laços dessa relação criando uma rede conectada e sustentável;
  • Comunique-se, repassando seu conhecimento e soluções ao mercado, em forma de serviços e produtos inovadores.

Espero que essas dicas e ideias possam lhe ajudar a criar um fluxo de trabalho que conta com o feedback de seus contatos para lhe alimentar de idéias para novos negócios, seja com seus atuais contatos ou com novos.

Se tiver dicas, sugestões ou críticas, por favor, comente no post e vamos manter esse post vivo. Se gostou do post, por favor, compartilhe nas suas redes e convide seus amigos para visitar nosso site.

Até a próxima.

Colaborou: Alex Rodrigues