proteja-brasil-aplicativo-ajuda-combater-violencia-contra-criancas-e-adolescentes

Crianças. Não existe motivo melhor para você acordar cedo, trabalhar 12 horas por dia e, sem descanso, seguir batalhando. Ser responsável pelo crescimento, formação e felicidade de um pequeno é um presente e missão de muitos de nossos leitores. Mas, tem gente que veio ao mundo do lado obscuro da força e, não se sabe porque, consegue praticar o mal com a turminha.

Felizmente, o poder da rede, além de memes e vídeos do Porta dos Fundos, consegue gerar soluções dignas de nota. Por isso estou aqui neste post meio off-topic (e sem qualquer jabá incluído) para divulgar o Proteja Brasil, um aplicativo desenvolvido em parceria entre a Unicef e o Governo Federal que coloca em suas mãos a chance de salvar uma criança ou adolescente vítimas de violência  ou abuso de qualquer natureza.

Como funciona?

Na verdade é muito simples. Uma vez baixado para o seu smartphone ou tablet (existem versões para iOS e Android), o aplicativo identifica a sua localização e indica delegacias e telefones para denúncias, além de conselhos tutelares e organizações que acolhem e protegem crianças em situação de risco. Quem estiver no exterior pode ainda acessar embaixadas mais próximas.

Como saber se a criança está sofrendo violência?

Pois é, a pergunta é interessante. Porque não é sempre que a situação é transparente, sabia? Aliás, muito do sofrimento pelo qual crianças e adolescentes passam sequer é denunciado porque não é encarado como tal. O app tem essa função didática também, mostrando, explicando e caracterizando os tipos de violência. Mais saiba que qualquer ato de negligência, abandono, discriminação, trabalho infantil, abuso, exploração sexual e, claro, agressões físicas e psicológicas; são passíveis de denúncia, ok?

Quer um dado? São 129 casos de violência reportados por dia. Quase 5 por hora. Mas, em uma população de 60 milhões de crianças, infelizmente, esse número deve ser maior.

É essa realidade que o aplicativo Proteja Brasil quer ajudar a combater. O ideal mesmo é que ele não precisasse ser usado ou inventado. Mas o ideal, sabe como é, não existe. Ainda.

BAIXE AGORA O PROTEJA BRASIL