Amigo leitor, enquanto você lê esse artigo eu estarei curtindo a minha quinzena de descanso anual num hotel fazenda há 618 metros do nível do mar na cidade de Miguel Pereira, Rio de Janeiro. A ideia é ficar o mais longe possível de tecnologia, mas sem perder o conforto. Ficarei uma semana respirando os ares da cidade que é considerada a terceira de melhor clima do mundo, teremos boa comida, atividades e muito repouso.

Você que é leitor do Carreira Solo sabe que eu paro duas vezes ao ano entre os meses julho/agosto e dezembro/janeiro para aproveitar as férias escolares dos meus filhos. Os projetos dos meus clientes são sempre antecipados para que não sejam prejudicados com essas pausas e esse ano inclui na pauta o planejamento da #WebMicroFerias pois se tratava da minha 1ª viagem em família, e claro que recorri ao Evernote para isso, e eu trago essa experiência para vocês. Vamos lá:

Muito antes das férias

Quando a minha esposa Cida confirmou em março que as suas férias estava marcada para o dia 1º de julho, começamos a pesquisar para onde poderíamos ir.

Então eu abri o Evernote e criei um bloco de notas (“Notebook” em inglês) chamado Família em Viagem e nele inseri todas as anotações que julgava importante para a tomada de decisão de viajar.

Meu primo indicou o hotel, e acessei o site usando a extensão Web Clipper e salvei as páginas sobre os quartos, acomodações, alimentação e atividades no bloco de notas.

Fiz isso também com a página da empresa de ônibus e os horários para a viagem de ida e de volta e então, depois que “batemos o martelo” e decidimos tudo, foi a vez de planejar efetivamente as férias.

Criando um guia das férias

O segundo passo foi criar uma nota chamada Planejamento da #WebMicroFerias. Nela eu coloquei todas as informações fundamentais que funcionaria com um guia de férias. Inserir todos os dados de contato do hotel com endereço completo e telefones. Além disso, anotei o número da reserva e o tipo de acomodação que eu contratei, horários de check-in/check-out, e tudo isso com comprovante digitalizado, é claro!

Sobre transporte, anotei os dados de ida e de volta com os horários, plataformas e poltronas, além de uma observação sobre a troca do voucher na loja da empresa 1h antes da partida, pois comprei as passagens numa loja perto da minha casa.

Outra coisa importante que não ficou de fora é a questão de informações para o caso de emergências médicas. Eu sei, é uma viagem de diversão, mas é melhor prevenir e ter todos os dados de plano de saúde com o nome e endereço do hospital mais próximo do hotel que aceitam o nosso plano. Afinal, estamos numa outra cidade e como diz o ditado popular: “seguro morreu de velho“.

E por fim, anexei à nota alguns screenshots feitos com o aplicativo Skitch do mapa do hotel para ficar por dentro do tempo de viagem. A molecada vai encher o saco igual ao Burro do Shrek e a cada 15 minutos perguntando se já chegou e um mapa com a localização exata é sempre bem-vindo, quem tem filhos sabe como é isso.

Hora de fazer as malas

Para não ficar estressado fazendo as malas na véspera eu criei uma nota chamada “Check-list #WebMicroFerias” e fomos inserido itens de todas as coisas importantes para levarmos. Dividimos em 6 partes “Roupas da família“, “Remédios“, “Acessórios“, “Documentos“, “Extras” e “Comprar antes da viagem” com apenas dois itens: Mala e cadeado, afinal, nunca viajamos!

Nessa nota usamos a “featureCheck-list. Sempre que eu iniciava um grupo, inseria um checkbox antes do nome, e ao clicar “enter” o Evernote insere automaticamente um novo checkbox no item seguinte. Dessa forma ficou bem fácil marcar os itens que já estavam na mala na véspera da viagem e levamos menos de 1h nessa demanda.

A vantagem de usar Evernote planejando as férias

Tudo que achei importante, seja em texto, seja em imagem, o bacana é poder levar tudo isso num pequeno tablet. A nota é configurada como “offline“, o que significa que mesmo sem conexão 3G eu terei acesso à todas as informações importantes, o que me evitará estresse e aborrecimentos burocráticos e isso não tem preço para mim!

Então a ordem é curtir bastante para que na volta eu crie mais artigos sobre produtividade pra vocês, principalmente porque estarei bem descansado.

Abraços e até a volta galera!

😉