Olá! Voltamos hoje, depois da ausência na semana passada. Na verdade, o pessoal do 15 Minutos de Fama comemorou tanto a décima quinta edição, o chamado “15 do 15”, que acabaram esquecendo de fazer a nota (sic). Mas, vamos seguir falando da 16ª edição do programa.

Excepcionalmente, o programa 16 foi gravado um dia antes, pois, no domingo, foi dia de comemorar com as nossas mamães, claro. Essa edição não contou com a participação do Roney Belhassof, mas Cristiano Santos, Fábio Carvalho e José Telmo deram conta do recado.

Mais uma vez, os três debateram os temas de maior destaque da internet da última semana. O “15” é um projeto que acontece ao vivo, todos os domingos, por volta das 9h30, na ferramenta Hangout, do Google+. Os episódios anteriores também podem ser assistidos no canal do Cristiano Santos, no YouTube.

Os acontecimentos absurdos nos Estados Unidos parecem não ter fim. Depois do terrível atentado em Boston, o sequestro de três mulheres por 10 anos foi o destaque de Fábio Carvalho. Fábio comentou o twee

t da lanchonete McDonald´s, que menciona o “herói” Charles Ramsey, que ajudou a libertar as mulheres do cativeiro (http://minim.in/2Tx).

Fábio Carvalho também comentou a emoção legítima da jornalista Sandra Annemberg, que chorou após a exibição de uma matéria sobre usuários de crack, no Jornal Hoje. (http://bit.ly/11oaPAb).

José Telmo trouxe a pauta sobre a diferença de tempo gasto por pessoas no Facebook e no Google+; mais uma pesquisa da Nielsen. Tema que sempre gera certa polêmica devido à natureza das redes, que é diferente.

Fechando esse 15, Cristiano “Web” Santos falou sobre a ação do Twitter, que motivou os usuários a deixar a internet e ficar com as mães, no seu dia. Bacana, quando um site que vive da permanência de seus seguidores, os motiva a sair da rede e passar um tempo com quem se gosta.

Esse foi o “15”, número 16. Confira a página do programa no Google+

Até o próximo!

zp8497586rq